Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 25 Junho |
Aleteia logo
Em foco
separateurCreated with Sketch.

Clipe novo de Jennifer Lopez é uma blasfêmia contra a Igreja

Shutterstock

Ricardo Sanches - publicado em 17/02/22

Cantora insulta a fé católica com brincadeiras irônicas e gestos obscenos

“Irmãos e irmãs, estamos reunidos aqui hoje para unir este homem e esta mulher no sagrado matrimônio”. Assim começa o clipe de “Church” (“Igreja”), de Jennifer Lopez. A música faz parte da trilha sonora do filme “Case Comigo”, lançado recentemente no Brasil.

Entretanto, o clipe não tem nada de sagrado. É, ao contrário, uma blasfêmia contra a Igreja Católica.

Para começar, o clipe foi gravado com um cenário que tem, ao fundo, imagens que lembram uma igreja gótica. Na coreografia, a cantora pop faz vários gestos vulgares e obscenos, mesmo usando um crucifixo de pedras no pescoço.

No refrão, que repete a palavra “church”, Jennifer Lopez e seus bailarinos fazem várias vezes o sinal da cruz de forma irônica e debochada.

A letra ofensiva ainda brinca com a fé, os sacramentos e Deus. Veja alguns trechos traduzidos:

“Você está testando minha fé, estou rezando em voz alta”, “É a verdade honesta de Deus, igreja, igreja, igreja, igreja”, “Você me mostrou o caminho, eu sou batizada em você”, “Sim, querido, estou na igreja Igreja, igreja, igreja com você. Ooh, estou na igreja, com você na igreja, com você. Todo-Poderoso Senhor”.

Devemos ficar alertas em relação a conteúdos como este pois, por mais que não assistamos, nossos filhos, parentes e amigos, podem entrar em contato com o vídeo.

É nossa função como católicos defender a nossa fé e repudiar toda e qualquer ofensa contra ela.

Isso porque, além do que ensina o nosso Catecismo, existem várias lições bíblicas sobre a gravidade da blasfêmia. Por exemplo, Tiago, na sua epístola a uma comunidade de cristãos, reprova “os que blasfemam contra o belo nome de Jesus (2, 7).

São Paulo, da mesma forma, exorta os efésios: “nenhuma palavra má saia da vossa boca”. E na carta aos Colossenses ele diz “agora, porém, deixai de lado todas estas coisas: ira, animosidade, maledicência, maldade, palavras torpes da vossa boca”.

O Papa Francisco também tem alertado repetidamente sobre a blasfêmia. Durante sua visita em 2017 à comunidade de Santa Magdalena de Canossa, em Roma, ele disse: “os xingamentos são feios”, “mas nunca, nunca blasfemem”.

Tags:
blasfêmiaCelebridadesIgrejaMúsica
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia