Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 23 Maio |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

O ex-jogador que confecciona rosários e divulga o terço para os homens

terço para homens

RHJPhtotoandilustration | Shutterstock

Imagem apenas ilustrativa

Francisco Vêneto - publicado em 22/02/22

Ele aprendeu com a avó a rezar o terço todos os dias: "Resume o cristianismo de forma simples e pode ser rezado em qualquer lugar"

O ex-jogador de futebol americano Ben Steele confecciona rosários com contas de aço e divulga a oração do terço para os homens.

O atleta, que continua atuando profissionalmente como treinador, afirma que o rosário é a sua “arma”, conforme o termo utilizado por São Padre Pio em referência aos combates espirituais.

Além de produzir pessoalmente os terços, esse grandalhão de quase 2 metros de altura os presenteia a outros treinadores, jogadores e funcionários da liga de futebol americano. Se vários recebem o presente com indiferença, também há vários que o valorizam e se interessam por conhecer melhor esta devoção mariana tão caracteristicamente católica.

O próprio Ben herdou essa devoção da avó: “Ela sempre se dedicou ao rosário e à fé católica em geral, e isto influenciou no meu crescimento”.

Foi com a avó, aliás, que ele aprendeu a rezar o rosário todos os dias:

“É muito fácil. Além disso, ele resume o cristianismo de uma forma simples e pode ser rezado em qualquer lugar”.

De fato, Ben recorre ao terço frequentemente, em particular nas adversidades, quando, segundo ele, “as coisas ficam muito estressantes”. De acordo com matéria publicada pelo site da Fundação Cari Filii, Ben testemunha:

“É fácil ficar imerso no trabalho, mas eu descobri que parar para rezar ajuda em termos de priorização, e isso, por sua vez, ajuda a executar as coisas corretas na ordem certa”.

Além da avó, Ben Steele contou com a influência positiva de um treinador de atletismo que teve durante o ensino médio: aquele treinador também confeccionava terços – e presenteou vários deles a Ben.

O ex-atleta e agora também treinador opina a propósito da divulgação do terço para os homens:

“Há terços que têm aparência mais feminina ou que são genéricos. Eu quis fazer alguns que tivessem uma aparência mais masculina”.

E o que seria um terço de “aparência mais masculina”? O treinador exemplifica:

“Isso me levou a usar contas mais escuras, muitas vezes de aço, e crucifixos maiores, mas também cordas mais fortes”.

E prossegue:

“O rosário costuma ser comparado com uma corrente que liga o céu à terra. Então pensei que essa corrente deveria ser forte o suficiente para a pessoa poder ‘se agarrar’ e ser ‘puxada para cima'”.

A metáfora parece realmente inspirar Ben Steele, que comenta que o terço deve ser realmente forte para conseguir puxar para o céu até mesmo um homem com muitos pecados, como era o caso do Beato Bartolo Longo antes da sua conversão. Ben se declara devoto desse apóstolo do rosário, que, antes de se converter, temia que, “por causa dos seus enormes pecados, não seria salvo e teria que sofrer eternamente no inferno. Ele quase desistiu da salvação, mas se salvou rezando o rosário”.

Finalizando a metáfora, Ben deixa claro a que ela se refere e o quanto, a seu ver, tem força no tocante a impulsionar a oração do terço para os homens:

“Não é só para ganhar um jogo, mas a nossa batalha pela salvação. É realmente uma guerra para chegar ao céu. Por isso precisamos de toda a ajuda que pudermos obter”.

É por isso que o treinador, que também é particularmente devoto do Arcanjo São Miguel, “treina” a sua equipe para essa mesma batalha, presenteando-lhe a “arma” para vencer essa guerra espiritual:

“É uma parte sua que você está transmitindo. Por isso é muito gratificante ver os jogadores e os treinadores rezarem o terço antes dos jogos, com as contas que eu fiz para eles”.

Tags:
Nossa SenhoraOraçãoRosárioTerçoTestemunho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia