Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 15 Agosto |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Quando sua futura esposa lhe disse que ele poderia ser santo, ele riu

TOMASZ WĘGRZYN, KATARZYNA WĘGRZYN

Żywy Bóg | Facebook

Anna Gębalska-Berekets - publicado em 04/08/22

Drogas, álcool, jogos de azar... Tomek Węgrzyn estava a levar uma vida dissoluta quando conheceu Kasia. E no dia em que a sua futura esposa lhe disse que ele estava apto a ser santo, ele desatou a rir. E no entanto, o Espírito Santo estava a olhar por ele. Tanto assim que causou uma verdadeira revolução em sua vida

Tomek Węgrzyn vem de uma família católica. Mas deixou a Igreja e a sua casa ainda muito jovem para fugir do seu pai alcoólatra. Encontrou trabalho, começou a ganhar a vida… e passou a festejar, a beber e a consumir drogas. No meio desta vida e pecado, encontrou o doce Kasia, que foi tocada pelo olhar gentil daquele homem: “Vi imediatamente bondade em Tomek”, confidenciou ela à Aleteia. “Apesar de todas as suas fraquezas, ele nunca mentiu para mim, foi sempre honesto comigo. Foi por isso que, quando nos conhecemos, disse-lhe que ele poderia ser santo! Tomek riu”. À medida que o tempo foi passando, o casal estabeleceu-se junto sem se casar. Em pouco tempo tiveram o seu primeiro filho, um rapaz, Victor.

“Deus foi a nossa única salvação”

Alguns meses mais tarde, o casal mudou-se para outra cidade por razões profissionais. Nessa altura, embora Tomek tenha posto as drogas de lado, começou a beber mais do que devia e caiu em novos vícios: “Vendi tudo para conseguir dinheiro para jogar no casino. Senti-me como uma máquina desorientada, com pensamentos suicidas”. Tanto assim que os amigos de Kasia ficaram preocupados com ela. Por que ficar com este homem? Mas Kasia rezava e sentia-se apoiada. “Tom tinha enormes problemas de dependência, mas eu sabia que Deus era a nossa única salvação. Eu amava-o, por isso pedi a Deus para resolver este problema de alguma forma”. Kasia ficou particularmente triste por eles não estarem casados, “por isso não pude receber a Sagrada Comunhão e isso custou-me muito caro”. Assim, ela deu um ultimato em Tomek: “Ou nos casamos ou eu vou embora”.

Tomek aceitou e o casal começou a preparar-se para o casamento. Ele conta à Aleteia o que aconteceu a seguir:

“Duas semanas antes do meu casamento, tive de repente o desejo de ler as Escrituras, e comecei a ler a Bíblia quatro a cinco horas por dia. Eu chorava como um bebê. Senti que algo de bom estava para acontecer. Era um tempo em que Deus me preparava para a confissão”, diz ele em retrospectiva.

E de fato na véspera do seu casamento, 20 de Outubro de 2017, um dia que Tomek recordará para o resto da sua vida, ele recebeu o Sacramento da Reconciliação.

“Tinham passado mais de 20 anos desde a minha última confissão. Ali expulsei todos os pecados do meu coração, e depois senti o amor total nele. Deus libertou-me dos vícios e sem quaisquer sintomas de abstinência”, diz ele.

“O Espírito Santo mudou a minha vida em cada detalhe. Poder-se-ia dizer que Deus me deu um coração novo e uma mente nova”. Kasia, que nunca deixou de ter esperança, acrescenta: “Não esperava que Deus pudesse realizar tal milagre em nossa vida”.

Hoje em dia, o feliz casal tem três filhos e deixa que o Espírito Santo os guie. Eles coordenam o projeto “Família no Espírito Santo”, da Arquidiocese de Wrocław, e não hesitam em partilhar o seu testemunho e evangelizar através de redes sociais. “Vemos como as pessoas se abrem para nós porque sentem a esperança na nossa história. Em retrospectiva, sei que cada um de nós é chamado à santidade, e as palavras de Kasia foram para mim um guia sobre como devo viver”, conclui Tomek.

Tags:
CasamentoConversãoPecadoTestemunho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia