Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 27 Janeiro |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Bento XVI publica instigante livro em diálogo com matemático ateu

Bento XVI e Piergiorgio Odifreddi

fot. Niccolò Caranti / Wikipedia / CC BY-SA 3.0 | Grzegorz GALAZKA/East News

Francisco Vêneto - publicado em 10/10/22

"A caminho em busca da verdade" testemunha a abertura da Igreja à ciência e àqueles que não acreditam em Deus

O Papa Emérito Bento XVI publicou um novo livro no qual mantém um instigante diálogo com o matemático ateu italiano Piergiorgio Odifreddi, que já foi presidente honorário da União de Ateus, Racionalistas e Agnósticos.

O título em italiano é “In cammino alla ricerca della Verità“, que pode ser traduzido livremente como “A caminho em busca da verdade“. Ainda não há edição oficial em português. O original foi apresentado ao público neste último 6 de outubro, em Roma.

A obra, que testemunha a abertura da Igreja à ciência e àqueles que não acreditam em Deus, consiste na troca de correspondências entre Bento e Odifreddi entre os anos de 2013 e 2022, além de contar os encontros ocorridos entre o pontífice emérito e o matemático ateu.

Os intercâmbios tiveram origem em 2011, quando Odifeddi publicou uma carta aberta ao então Papa reinante. A carta começava citando um livro do próprio cardeal Joseph Ratzinger escrito em 1968: “Introdução ao Cristianismo“. Bento só teve tempo para dedicar-se a uma resposta em 2013, depois da sua renúncia ao pontificado.

A demora em responder foi amplamente compensada pela profundidade do Papa Emérito, que deu origem a uma amizade duradoura com o cientista descrente.

Aliás, dom Vincenzo Paglia, presidente da Pontifícia Academia para a Vida, descreve essa amizade como “coisa rara”, dada a imensa diferença de posicionamento entre os dois amigos.

O pe. Federico Lombardi, ex-porta-voz vaticano, também comentou a atitude de Bento XVI em responder ao matemático ateu:

“É um sinal da sua atenção ao diálogo entre a fé, a razão e a ciência, e da própria atitude voluntária e aberta com a qual ele sempre viveu. Se até um Papa e um ateu podem conversar com amizade, isto significa que nós também talvez possamos nos comportar assim na vida”.

As primeiras cartas entre Bento e Odifreddi tratavam de fé e ciência, mas, conforme a amizade entre os dois se aprofundava, passaram a versar também sobre a vida e a morte, a antropologia, além de questões de lógica. Aliás, os dois se aproximaram ainda mais durante um período doloroso de luto: em 2020, Bento XVI perdeu seu irmão e Odifreddi perdeu sua mãe.

Tags:
AteismoBento XVICiênciaDiálogo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!