Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 27 Janeiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Impressionante: o homem do Santo Sudário em imagens inéditas e hiper-realistas

The Mistery Man

©Artisplendore

Ricardo Sanches - publicado em 17/10/22 - atualizado em 18/10/22

A riqueza dos detalhes de uma escultura do corpo de Jesus está impactando os cristãos ao redor do mundo

Uma exposição na Catedral de Salamanca está impactando cristãos em várias. Trata-se da mostra “O Homem Misterioso”, que apresenta ao público uma escultura inédita e hiper-realista do corpo de Jesus feita com base nos estudos do Santo Sudário.

A escultura é rica em detalhes que impressionam e podem até chocar, pois, através da escultura, o sofrimento de Jesus na Paixão parece ser mais real, maior e mais próximo dos que a observam.

Segundo Álvaro Blanco, que é o curador da exposição, a obra demandou 15 anos de pesquisas sobre o Sudário de Turim. O resultado: uma escultura com 75 quilos e 1,78 metro, feita em látex e silicone. O corpo é recoberto de chagas profundas resultantes da tortura sofrida por Jesus. A imagem possui ainda os pés curvados e mãos atadas, com as costas elevadas, os ombros lacerados pelo peso da cruz, o olho direito inchado e a parte posterior da cabeça machucada pela coroa de espinhos.

 O curador afirma que, ao colocar o “Homem Misterioso” sobre a mesa da exibição, teve a certeza de “que estava diante da imagem que todos temos de Jesus de Nazaré”. Para ele, a exposição é uma oportunidade de se sentir e estar diante da imagem de Cristo “como nunca foi feito antes”.

Sinais da Paixão

Blanco também destacou que a escultura evidencia “uma tortura mais dura do que a pintura sempre refletiu, com uma morte atroz causada não só por crucificação, mas também pelar flagelação a cargo de duas pessoas a 60 centímetros de seu corpo”. Outros dados de diferentes estudos refletem que o homem do Sudário recebeu 150 impactos que causaram 250 feridas distribuídas por todo o seu corpo.

Para obter as medidas da estátua, os artistas que trabalharam na escultura basearam-se nos pontos de sangramento dos pés, das pernas e dos joelhos. E desta forma, “o corpo de Jesus foi reconstruído antropologicamente, fazendo testes com volumes tridimensionais”, afirma o site da Diocese de Salamanca.

Na inauguração da mostra, o Bispo da Diocese de Salamanca, Dom José Luis Retana, afirmou que, através da escultura, nossos olhos “vão contemplar os sinais físicos da Paixão do Senhor e do amor de Deus que se fez carne em Jesus Cristo e que morre como malfeitor e como sacrifício da nossa salvação”.

Clique na galeria abaixo e veja as fotografias da escultura hiper-realista que está impactando os fiéis ao redor do mundo.

Tags:
ArteJesusPaixãoSudário
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!