Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 27 Janeiro |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

É Deus quem escolhe o amor da minha vida?

shutterstock_1570647748.jpg

Wedding and lifestyle | Shutterstock

Hozana - publicado em 21/10/22

Nós podemos e até precisamos pedir a Deus a graça de encontrar aquela pessoa com quem devemos nos casar, se essa for a nossa vocação

O cristão, em sua caminhada de vida, em um dado momento deve se questionar: qual é a minha missão, qual é o meu estado de vida?

A Igreja chama de estado de vida a condição esponsal que a pessoa assume. A condição esponsal refere-se a três opções:

• Aqueles que se unem a alguém do sexo oposto no matrimônio;

• A vida clerical, são os homens que se unem a Cristo no sacramento da ordem, abraçando o celibato;

• E, por último, os leigos celibatários, homens e mulheres que se consagram pelo celibato a uma vida dedicada a Cristo. A grande parte desses adere a algum instituto religioso, segue um carisma, normas de uma instituição e faz votos.

E para definir seu estado de vida, assim como na interpretação da missão, irá acontecer uma atração por um ou pelo outro caminho, você deve buscar discernir com calma, porque, quanto mais buscar definir-se em paz de coração, sem pressa, esperando que Deus fale, principalmente por meio da sua humanidade (atração e vontade própria), mais claros serão os sinais da atração e, consequentemente, a certeza.

O Senhor tem sempre o melhor para você

Se nessa caminhada de escuta e discernimento, você descobre que seu estado de vida é a vida matrimonial, pode perguntar-se: O que fazer? Onde e como acharei essa pessoa que caminhará comigo?

O casamento é uma instituição divina que Deus estabeleceu desde o momento da criação do homem e da mulher. Depois de criar Eva, o Senhor Deus a levou para Adão, que ficou muito satisfeito e exclamou: “Agora sim, tenho alguém que é osso dos meus ossos e carne da minha carne, ela vai se chamar mulher” (Gen 2,23). E Deus disse ao casal: “O homem deixa a casa do seu pai, se une à sua mulher, e sereis uma só carne” (Gen 2,24).

Isso é muito belo e profundo pois assim, Deus estabeleceu a humanidade sobre as bases do casamento, que Jesus elevou à dignidade de sacramento, uma graça especial para o casal viver a vida conjugal e familiar como Deus deseja.

Nesse sentido, Deus deseja que os casais que se unem em matrimônio vivam em harmonia conjugal, de modo que sejam felizes, ainda que em meio a muitos desafios próprios deste estado de vida, e para isso ocorrer depende do namoro, de uma escolha correta do futuro cônjuge, pois a fase do namoro e do noivado são justamente os caminhos da providência de Deus, que vão nos preparando para o sacramento do matrimônio: uma vocação, um estado de vida, vocação por vezes desafiante, mas também santificante e santificadora!

A graça de encontrar a pessoa certa

Sendo assim, é claro que precisamos pedir a Deus a graça de encontrar aquela pessoa com quem devemos nos casar, e Ele atende nossa oração. Peçamos, inicialmente, a graça de saber pedir como nos exorta São Tiago em sua carta:

“Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.”

Tiago 4,3

Conheço pessoas que fizeram novenas para encontrar uma pessoa adequada para se casar e muitas conseguiram, mas é preciso entender que o tempo de Deus não é o nosso tempo e que os Seus planos não são os nossos. O Senhor conhece cada um de nós e o que é melhor para nós.

Deus atende a quem reza e Lhe pede ajuda, mas Ele não tira a nossa liberdade; ao contrário, o Senhor nos dá inteligência e vontade para tomar as decisões certas em nossa vida com a ajuda da Sua Graça! Sabemos que a Graça, como disse Santo Agostinho, supõe a natureza; não a dispensa, mas a enriquece. Precisamos, portanto, cooperar com a graça para encontrar a pessoa que seja adequada para nós. Não existe destino! Deus não determina uma pessoa para se unir a outra sem a decisão de ambos.

Para encontrar alguém adequado, que amará você com o amor de Deus e vice-versa, que lhe impulsionará a desejar ser melhor a cada dia, que despertara mais e mais o melhor de você, é preciso procurá-lo. Normalmente, é no próprio ciclo das amizades e ambientes de convívio que os namoros começam. Sabemos que, de certa forma, o ambiente molda a pessoa. Logo, é preciso procurar alguém naquele ambiente no qual se vive os valores que você preza.

A importância da oração

O próprio Jesus nos fala sobre a importância da oração em várias passagens bíblicas, dentre elas podemos destacar as do Evangelho de Mateus, 21, 22, que nos diz: “Tudo o que pedirdes com fé na oração, vós o alcançareis”.

Se cremos que Deus tudo pode, por que não poderia também neste aspecto da nossa vida?

Vejamos a história de Tobias e seu encontro com Sara. Tudo foi preparado nos mínimos detalhes pela Providência de Deus, que conduziu o jovem diante das muitas dificuldades e dos diversos obstáculos até a descoberta de seu amor. Junto a Tobias estava o anjo Rafael enviado por Deus, para cuidar dele em sua viagem, que foi solicitada por seu pai para resolver algumas questões familiares. É nesse percurso que Tobias encontrará sua amada, que a Bíblia se refere como a “moça sábia, corajosa e de grande formosura” (Tb 6,12), já que Sara era uma bela mulher segundo o coração de Deus.

Tobias sabia da história dos sete maridos que morreram por terem se casado com Sara. Mas o anjo Rafael orienta-o dizendo: “Não temas. Ela foi destinada para ti desde sempre e tu a salvarás. Ela irá contigo e tenho certeza de que terás filhos com ela” (Tb 6, 18). Com isso, Tobias não temeu, continuou decididamente.

Nós podemos e até precisamos pedir a Deus a graça de encontrar aquela pessoa com quem devemos nos casar.

Novena

Então não tenhamos medo de confiar ao Senhor nossos sonhos e propósitos, de pedir a Ele que nos ajude a encontrar essa pessoa que fará a caminhada da vida conosco. Se você está na espera da pessoa que Deus tem preparado para você, participe da Novena para encontrar o amor da minha vida no Hozana e deixe Deus guiar os seus passos. Clique aqui para participar!

“O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”

I Cor. 13, 4-7

Julyana Bringel, pelo Hozana

Tags:
AmorCasamentoDeusVocação
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!