Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 29 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

“A gratuidade ilumina a alma”, ensinou o Papa Francisco na Mongólia

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Papa Francisco em Ulaanbaatar

Photo by Andrew Medichini / POOL / AFP

I. Media - publicado em 05/09/23

Na abertura da Casa da Misericórdia, ele recordou os primeiros missionários no país

Na sua “pequenez”, a Igreja Católica na Mongólia “vive da comunhão fraterna, da oração, do serviço abnegado à humanidade sofredora e do testemunho da sua fé”, afirmou neste 4 de setembro o Papa Francisco durante o seu último discurso em território mongol, dedicado aos colaboradores da recém-inaugurada Casa da Misericórdia.

Ao abrir essa instituição de caridade para abrigar as iniciativas da pequena comunidade católica local, o papa traçou um paralelo entre as ações dos primeiros cristãos, narradas nos Atos dos Apóstolos, e as ações atuais dos católicoss mongóis a serviço de toda a sociedade.

“Ao chegarem a Ulan Bator na década de 1990, os primeiros missionários sentiram imediatamente o chamado à caridade”, recordou Francisco. O papa elogiou o serviço desses pioneiros e dos seus sucessores, que chegaram em 1992 para trabalhar com “crianças abandonadas, irmãos desabrigados, doentes, pessoas com deficiência, presos e todos aqueles que, no seu estado de sofrimento, Ele pediu que fossem acolhidos”.

O pontífice lembrou que “foi o próprio governo mongol que pediu ajuda aos missionários católicos para enfrentar as numerosas emergências sociais de um país que, na época, se encontrava numa fase delicada de transição política marcada pela pobreza generalizada”.

Com a nova Casa da Misericórdia, a ação caritativa da Igreja assume uma nova forma, pois “é a Igreja particular que opera este projeto, em sinergia com todos os componentes missionários, mas com uma identidade local clara”.

Convidando os católicos a viverem a lógica da gratuidade e a se apoiarem no trabalho voluntário, Francisco explicou que “a gratuidade ilumina a alma, cura as feridas do coração, nos aproxima de Deus, abre a fonte da alegria e mantém a juventude interior”.

Destacando mais uma vez que “o verdadeiro progresso das nações não se mede pela riqueza econômica e menos ainda pelo investimento no poder ilusório das armas, mas sim pela sua capacidade de garantir a saúde, a educação e o crescimento integral do seu povo”, o papa encorajou a comunidade católica mongol a se disponibilizar aos outros mediante o trabalho voluntário.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
CaridadeCatólicosPapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia