Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 22 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

STF: ação para descriminalizar aborto é liberada para julgamento

Brasil contra o aborto

Brasil Sem Aborto Oficial | Facebook

Reportagem local - publicado em 13/09/23

Liberação da ação foi decidida pela ministra Rosa Weber, que está prestes a se aposentar

A Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, que pretende descriminalizar o aborto no Brasil até a 12ª semana de gestação independentemente de qualquer justificativa, está liberada para julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão pela liberação da ação é da ministra Rosa Weber, atual presidente do STF e relatora da ação.

Segundo matéria do jornal Folha de S. Paulo em 26 de agosto, a ministra teria a intenção de antecipar no plenário virtual da corte o seu próprio voto na decisão que pode descriminalizar o aborto no país, uma vez que ela se aposenta em outubro e estaria preocupada de não ter tempo hábil para votar antes da aposentadoria.

A ADPF 442 tramita no STF desde março de 2017. Foi apresentada pelo Partido Socialismo e Liberdade (Psol) e pela ONG Anis – Instituto de Bioética, que se autodeclara “feminista, antirracista e anticapacitista”. O partido e a ONG, ambos de esquerda, alegam que os artigos 124 e 126 do Código Penal são inconstitucionais. Trata-se dos artigos que tipificam o crime de aborto no país. Pela atual legislação, o aborto não é punível quando a gravidez decorre de estupro e quando há risco de morte da mãe. Desde 2012, por decisão do mesmo STF, o aborto tampouco é punível se o bebê em gestação apresenta anencefalia.

Depois do anúncio da decisão de Rosa Weber, o deputado federal Diego Garcia (Republicanos-PR) lamentou, via redes sociais, que as “prerrogativas dentro do Parlamento estão sendo atropeladas e mais uma vez o Judiciário busca aprovar a descriminalização do aborto em nosso país”. Ele acrescenta que, “como presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família”, reafirma o “compromisso inabalável em defesa da vida”:

“Não desistiremos e continuaremos nossa luta até o fim para que esse absurdo não seja aprovado”.

Tags:
AbortoIdeologiaJustiçaPolíticaVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia