Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 22 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Brasília: mães católicas se manifestam contra o aborto diante do STF

Supremo Tribunal Federal, Brasília

Alejandro Zambrana | Shutterstock

Supremo Tribunal Federal, Brasília

Francisco Vêneto - publicado em 14/09/23

Argumentação contra o aborto se baseia nos fatos da biologia, na ética natural e em princípios jurídicos consagrados pela própria constituição federal brasileira

O grupo Educar para o Céu, composto por mães católicas de Brasília, realiza neste dia 14, festa litúrgica da Exaltação da Santa Cruz, um ato pró-vida diante do prédio do Supremo Tribunal Federal (STF), às 19h. A manifestação é motivada, particularmente, pela recente liberação, para julgamento, da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 442, que pretende descriminalizar o aborto a partir da 12ª semana de gestação, independentemente da justificativa.

A liberação para julgamento foi determinada nesta terça-feira pela ministra Rosa Weber, atual presidente do STF – segundo matéria do jornal Folha de S.Paulo, a ministra teria pressa para antecipar o julgamento, dado que se aposenta em outubro. A data do julgamento, porém, ainda não foi definida.

O grupo Educar para o Céu foi criado em Brasília em setembro de 2021 para compartilhar experiências maternas no tocante à educação dos filhos, com vistas, literalmente, a educá-los para o Céu. Participam hoje 570 mães na capital federal, além de mais de 200 em Goiânia e até mesmo uma que reside no Canadá.

A agência católica ACI Digital entrevistou uma integrante do grupo, Ana Cláudia Amaral, que declarou que o ato das mães em frente ao STF é “um momento de oração” pelo Brasil e, em especial, “pela não legalização do aborto”. Ela acrescenta que se trata de uma manifestação espontânea que surgiu no grupo e que, de início, as mães não haviam percebido que a data seria justamente a da Exaltação da Santa Cruz. Ela observa, agora, que “é um bom momento” para se unirem “em Cristo a fim de salvarmos tantas vidas que serão ceifadas caso a ADPF seja aprovada”.

Embora o grupo de mães tenha inspiração abertamente católica, Ana Cláudia enfatiza que a argumentação contrária à legalização irrestrita do aborto até a 12ª semana de gestação se baseia nos fatos da biologia, na ética natural e em princípios jurídicos consagrados pela própria constituição federal brasileira:

“O Brasil deve preservar a dignidade da pessoa humana, que possui direitos e garantias individuais desde a concepção. Posso dizer até que é uma cláusula pétrea (inciso IV, parágrafo 4 do artigo 60 da CF/88). O início da vida humana se dá no preciso instante da fecundação de um óvulo por um espermatozoide. Este ato é uma oportunidade de mostrarmos a importância da vida humana. Afinal, todas somos mães e sabemos do valor dos nossos filhos”.

Tags:
AbortoBrasilIdeologiaJustiçaVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia